Portal Literário

A entrada para uma nova literatura!!!!

Textos

Dúvidas?!?

           Um dia um amigo me disse que amava duas mulheres maravilhosas. Disse também que as duas juntas completavam a mulher que para ele seria perfeita. Comecei a rir e disse a ele que ninguém, ninguém, ama duas mulheres ao mesmo tempo. Ledo engano o meu.
           Hoje em dia vivencio e participo ativamente da mesma situação. Amar duas mulheres. Ironia do destino. Uma delas uma vez disse que ninguém ama duas. Uma seria amada realmente, seria amor o sentimento para ela, enquanto que para a outra seria gratidão, tesão ou simpatia. Amor mesmo, só para uma delas.
           No meio deste fogo cruzado de sentimentos e sensações, meu coração se aflige cada vez que penso que tenho que escolher uma entre as duas... Ah! Meu velho amigo! Eu que tanto ri de você e agora sinto na pele a mesma coisa, mas não quero nem posso tomar a mesma atitude que você. Perder as duas por estar com as duas. Foi uma pena que uma descobrisse sobre a outra, não foi? Mas eu não penso em fazer o mesmo. Vou escolher uma, com certeza. Aquela que os fatos e Deus, principalmente, apontarem como sendo a melhor mulher para mim. Quando será isto? Só Ele sabe.

Léo Rodrigues
Enviado por Léo Rodrigues em 21/02/2007
Alterado em 28/06/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.leorodrigues.recantodasletras.com.br" e entre em contato comigo pelo e-mail contido no mesmo site.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras